terça-feira, 15 de setembro de 2020

Escritora e Escritor Participe da segunda Antologia Afrofuturismo "O Futuro é Nosso"

 A editora Kitembo recebe até o dia 12 de outubro contos para compor a segunda antologia “Afrofuturismo - O futuro é nosso”. A editora atua na promoção da literatura fantástica produzida por negros e negras apresentando assim essas visões de mundo por meio da literatura de ficção científica e fantasia.



Confira abaixo o Regulamento

O que é Afrofuturismo?


O Afrofuturismo é um movimento estético, artístico, cultural e político que exalta as contribuições nos campos da ciência, tecnologia, filosofia, história, costumes das populações africanas e negras no mundo. Na arte, entendemos que o afrofuturismo projeta a participação efetiva dos signos, simbologias, costumes, cultura das populações negras e ancestrais africanas, reafirmando o papel essencial das culturas negras para um possível futuro. Na literatura o gênero mais explorado no afrofuturismo é a ficção científica. 

Temos no Brasil ainda poucos trabalhos literários do gênero, uma das razões existenciais para esta serie de  antologias. O pouco espaço e apreço pela literatura fantástica, somado ao racismo, talvez seja uma das razões da pouco escrita nesse ramo.

Já no campo das artes visuais o afrofuturismo tem encontrado terreno fértil, artistas africanos (as) têm evidenciado o alto nível de tecnologia empregada em construções milenares, medicina, estudo das estrelas, agricultura, etc. 

Na música, talvez matriarca desse movimento, destacam-se os funks do Earth, Wind and Fire, George Clinton, Zapp, Sun Ra e o próprio Hip Hop, expresso no clássico “Planet Rock” (Assista o Clipe), contemporaneamente a artista Janelle Monae representa de forma viva esse conceito, com seus clipes e figurino dos shows e exibições públicas. O uso das tecnologias com os repertórios de vida e de herança cultural negra dão o toque afrofuturista desses artistas. Pensar um futuro não exime de refletir nessas obras problemas atuais das populações negras, como o racismo, o preconceito, a violência policial, falta de emprego, entre outros desafios, porém o afrofuturismo pode e deve tecer tons de esperança e um futuro melhor para nós e nossos (as) herdeiras e descendentes. 

Por fim nessa breve descrição, que devemos afirmar que são pensamentos dessa editora e não uma definição consensual do que é afrofuturismo, queremos citar um dos nossos colaboradores Alexandre Diniz que diz 

“... Pra mim (O Afrofuturismo) soa muito mais como um conceito que estimula a busca pelas origens e a perspectiva de um futuro diferente do passado que nos foi roubado. PROTAGONIZAR O FUTURO”

Conheça mais por meio destes Links:

"Literatura Afrofuturista - Escrevendo Futuros Ancestrais"

https://www.youtube.com/watch?v=esJPxiZfuwY&t=2114s


"O Futuro é Preto"

https://www.youtube.com/watch?v=b912jgriot8&t=12702s



Quem é a Editora Kitembo?


A editora “Kitembo – edições literárias do Futuro” surge no final de 2018 com o lançamento da segunda edição do livro “Amor Banto em Terras Brasileiras”, os escritores Israel Neto, Anderson Lima e o Ilustrador Aisameque Nguenge pensam em uma linha editorial que pudesse de maneira sustentável publicar livros escritos por jovens, prioritariamente, negros e negras com foco em literatura fantástica, isto é, horror, fantasia, afrofuturismo, cyber punk, ficção cientifica, entre outros. Esse desejo surge da falta de livros e editoras negras que publiquem livros desses gêneros, sendo assim, a editora surge para ser um espaço seguro para esses escritores e escritoras. A editora já publicou além do Amor Banto em Terras Brasileiras, a distopia “Os Planos Secretos do Regime” e a “Antologia Afrofuturismo – O Futuro é Nosso, Vol. 1”, esta conta com escritores do nordeste do país. Um dos diferencias da editora é a ligação com a parte visual, investindo na valorização dos ilustradores e ilustradoras negras. A editora Kitembo entende que o valor do livro também é um limitador de acessos, sendo assim todas as ações, parcerias e procura de fornecedores são pensados para garantir um livro com preço justo e acessível e de alta qualidade, garantindo o acesso de todos e todas. O nome Kitembo foi pensando em homenagem a divindade angolana relacionada ao tempo, conciliando a linha editorial do grupo que pretende navegar entre a valorização das nossas origens e raízes e projeção do futuro.


- REDE TVT "Editora se especializa em literatura negra"

https://www.youtube.com/watch?v=0NlpU7JQr04


- Unleashed noise records "UMA EDITORA DIRECIONADA A ESCRITORES NEGROS, UMA CONVERSA COM A KITEMBO PUBLICAÇÕES FUTURISTAS"

https://www.youtube.com/watch?v=1suVKpauFGA&t=73s



Como será o Livro?


- O livro contará com até 5 estórias Afrofuturistas, 

- O livro será impresso no tamanho 14X21 cm em papel chambril, com cerca de 100 a 120 páginas

- Para cada conto será produzida uma arte por artistas convidadxs pela editora.


Como Participar?


- Envie seu conto em arquivo de Word, fonte arial 12, Espaçamento 1,5;

- O conto deverá ser inédito

- O conto deve ter no mínimo 1.000 (mil) palavras, e no máximo 5.000 (Cinco mil) palavras (desconsidera-se o título);

- O conto não deve possuir fotos, nem ilustrações. Caracteres especiais, palavras e expressões em Itálico, negrito e sublinhado são permitidos;

- O prazo de inscrição é de 12/09 a 11/10 de 2020;

- A inscrição e participação é gratuita; 

- Cada conto só pode ter um autor(a);


Critérios para Seleção


- O autor(a) precisará ter 18 anos ou mais;

- Poderão se inscrever pessoas de todo o território brasileiro;

- Presença e protagonismo negro nos contos;

- Criatividade na construção dos cenários futuristas;

- Valorização das referências históricas e culturais das comunidades africanas e afrobrasileiras;

- Priorizaremos na seleção escritoras e escritores jovens, negros (as) e periféricos;

- Sendo possível o livro contemplará a participação equânime de gênero; 


Plano de Venda e Investimento


- O contrato de exclusividade para a reprodução do conto terá o prazo de vigência de 2 anos;

- A primeira tiragem do livro será de 300 exemplares;

- O livro será disponibilizado nas plataformas de ebook, após venda da primeira tiragem;

- Cada escritor/escritora receberá 10 exemplares;

- O Valor do livro será fixado pelo selo, respeitando nossa política de acesso cultural;

- Cada escritor receberá o valor de 5% do lucro de cada livro vendido;



Informações Extras/ Dicas


- O Afrofuturismo permite sonhar, então SONHE;

- Os subgêneros da ficção científica como Cyber Punk, Space Opera, fantasia científica, Distopia, Bio Punk, entre outros, podem ser usados;

- Leia outras narrativas Afrofuturistas, recomendamos a Antologia Afrofuturismo “O Futuro é Nosso Vol1.”, os Livros de Lu Ain Zaila, Coletânea Afrofuturismo (REcorte 2018) e os livros de Fábio Kabral.

- Dúvidas podem ser dirimidas pelo email kitemboliteratura@gmail.com ou whatsapp (11) 951786762


Mais informações contacte Kitembo Literatura no Facebook e InstagraM

www.facebook.com/kitemboliteratura - www.instagram.com/kitembo_literatura





segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Chamada para a Antologia de Contos Afrofuturistas “O Futuro é Nosso”


O que é Afrofuturismo?

O Afrofuturismo é um movimento estético, artístico, cultural e político que exalta as contribuições nos campos da ciência, tecnologia, filosofia, história, costumes das populações africanas e negras no mundo. Na arte, entendemos que o afrofuturismo projeta a participação efetiva dos signos, simbologias, costumes, cultura das populações negras e ancestrais africanas, reafirmando o papel essencial das culturas negras para um possível futuro. Na literatura o gênero mais explorado no afrofuturismo é a ficção científica. 
Temos no Brasil ainda poucos trabalhos literários do gênero, uma das razões existenciais para essa antologia. O pouco espaço e apreço pela literatura fantástica, somado ao racismo, talvez seja uma das razões da pouco escrita nesse ramo.
Já no campo das artes visuais o afrofuturismo tem encontrado terreno fértil, artistas africanos (as) têm evidenciado o alto nível de tecnologia empregada em construções milenares, medicina, estudo das estrelas, agricultura, etc. 
Na música, talvez matriarca desse movimento, destacam-se os funks do Earth, Wind and Fire, George Clinton, Zapp, Sun Ra e o próprio Hip Hop, expresso no clássico “Planet Rock” (Assista o Clipe), contemporaneamente a artista Janelle Monae representa de forma viva esse conceito, com seus clipes e figurino dos shows e exibições públicas. O uso das tecnologias com os repertórios de vida e de herança cultural negra dão o toque afrofuturista desses artistas. Pensar um futuro não exime de refletir nessas obras problemas atuais das populações negras, como o racismo, o preconceito, a violência policial, falta de emprego, entre outros desafios, porém o afrofuturismo pode e deve tecer tons de esperança e um futuro melhor para nós e nossos (as) herdeiras e descendentes. 
Por fim nessa breve descrição, que devemos afirmar que são pensamentos dessa editora e não uma definição consensual do que é afrofuturismo, queremos citar um dos nossos colaboradores Alexandre Diniz que diz “... Pra mim (O Afrofuturismo) soa muito mais como um conceito que estimula a busca pelas origens e a perspectiva de um futuro diferente do passado que nos foi roubado. PROTAGONIZAR O FUTURO”

Quem é a Kitembo?

A Kitembo Edições Literárias do Futuro é um selo Literário, oficializado em 2018, que tem como objetivo evidenciar a escrita negra na esfera dos diversos gêneros da chamada “literatura fantástica”, promovendo e publicando livros de escritores e escritoras negras de ficção científica, horror, fantasia, romance, afrofuturismo e outros sub gêneros correlatos. Kitembo é o Nkisse do Tempo em algumas tradições do universo das culturas e povos Bantos, sendo assim o senhor do passado, presente e futuro, vindo de encontro a nossa ancestralidade e atemporalidade resolvemos homenageá-lo batizando nosso selo com seu santo nome e legado.

Como será o Livro?

  • O livro contará com 4 contos/estórias Afrofuturistas, sendo assim serão escolhidos 4 textos/contos.
  • O livro será impresso no tamanho 14X21 cm em papel chambril, com cerca 100 a 120 páginas,
  • Para cada conto será produzida uma arte.

Como Participar?

  • Envie seu conto em arquivo de Word, fonte arial 12, Espaçamento 1,5;
  • Os textos devem ser enviados no email kitemboliteratura@gmail.com com o título “Antologia Afrofuturista Vol. 1 - (Nome do conto e do/da Escritora)";
  • O conto deve ter no mínimo 1.000 (mil) palavras, e no máximo 4.000 (Quatro mil) palavras (desconsidera-se o título);
  • O conto não deve possuir fotos, nem ilustrações. Caracteres especiais, palavras e expressões em Itálico, negrito e sublinhado são permitidos;
  • O prazo de inscrição ficará vigente de 12/08 a 13/09 de 2019;
  • A inscrição e participação será gratuita com a escolha opcional do (a) escritor (a) selecionada ser contribuinte na publicação com repartição dos investimentos e lucros (ver detalhes no item Plano de Venda e Investimento)
  • Cada conto só pode ter um autor(a);
  • A inscrição é GRATUITA; 

Critérios para Seleção

  • O autor(a) precisará ter 18 anos ou mais;
  • Poderão se inscrever pessoas de todo o território brasileiro;
  • Presença e protagonismo negro nos contos;
  • Criatividade na construção dos cenários futuristas;
  • Valorização das referências histórias e costumes das comunidades africanas e afrobrasileiras;
  • Priorizaremos na seleção escritoras e escritores jovens, negros (as) e periféricos;
  • Sendo possível o livro contemplará a participação equânime de gênero; 

Plano de Venda e Investimento

  • O contrato de exclusividade para a reprodução do conto terá o prazo de vigência de 2 anos;
  • A primeira tiragem do livro será de 300 exemplares;
  • O livro será disponibilizado nas plataformas de ebook, após venda da primeira tiragem;
  • Cada escritor/escritora receberá 10 exemplares;
  • O Valor do livro será fixado pelo selo, respeitando nossa política de acesso cultural;
  • Cada escritor receberá o valor de 5% do lucro de cada livro vendido;
  • Os escritores poderão ser investidores do livro, com o valor referente a 1/8 do custo de produção. Tornando-se investidor o/a escritora acompanhará o processo de venda e divulgação do livro, recebendo seu investimento a partir do fluxo de venda. Além de receber o valor investido no livro, receberá um percentual de 5% do lucro. Um contrato a parte será redigido para quem optar por investir na publicação;  (ESSA POSSIBILIDADE SERÁ SONDADA COM CADA ESCRITOR/ESCRITORA APÓS A SELEÇÃO DOS CONTOS)

Informações Extras/ Dicas

  • O Afrofuturismo permite sonhar, então SONHE;
  • Os subgêneros da ficção científica como Cyber Punk, Space Opera, fantasia científica, Distopia, Bio Punk, entre outros, podem ser usados;
  • Leia outras narrativas Afrofuturistas, recomendamos os Livros de Lu Ain Zaila, Coletânea Afrofuturismo (REcorte 2018) e os livros de Fábio Kabral.
  • Dúvidas podem ser dirimidas pelo email kitemboliteratura@gmail.com ou whatsapp (11) 951786762

Mais informações contacte Kitembo Literatura no Facebook e Instagra

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Coleção Besouro no Cultura Ensina - #VoaBesouro pelo Estado de São Paulo

Dias 25 e 26 a Coleção Besouro começou um circuito com a roda de leitura Voa Besouro por algumas escolas da rede estadual de ensino, pelo programa Cultura Ensina da FDE - Fundação para o Desenvolvimento da Educação. Confira alguns registros desses dois dias!!!
Mais informações www.facebok.com/colecaobesouro 


Escola Estadual Ayrton Busch (Bauru)







Escola Escola Dr Anis Fadul (Suzano)





quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Coleção Besouro na Bienal do Livro Discute escrita para Crianças e Adolescentes



Na ultima sexta, 10/08, a Coleção Literária Besouro, esteve na 25ª Bienal do Livro de São Paulo, no Estande do Lendário Selo e Coletivo de escritores (AS) Negros "Quilombhoje" realizando um bate papo sobre a "Literatura Negra e a Escrita para o Publico Infanto Juvenil". O encontro promoveu uma troca de saberes e impressões sobre a tematica, desde a estética dos livros e personagens negros e seus signos, ao mercado editorial!
Saiba mais o que rolou e conheça a coleção clicando AQUI






quarta-feira, 11 de abril de 2018

Lançamento do 7º Livro da Coleção Besouro

É nesse Sabado no Circo Escola, aqui na Brasilândia, a coleção Literária Besouro, convida a todas e todos para um encontro com as escritoras do livros e os ilustradores. Também teremos Akins Kinte e Dj Niely para dar o tem musical do encontro! E claro, o melhor de tudo!
VOCÊ GANHA UM LIVROOOOO!!!!

Todas informações no cartaz ou na Page do projeto Aqui


segunda-feira, 26 de março de 2018

Encontro de troca com Educadores da E.E Martin Egidio Damy #VoaBesouro


No ultimo dia 21 realizamos o primeiro encontro de troca do projeto da Coleção besouro desse ano. Foi na E.E Damy, com 7 professores. O encontro discutiu a arte como forma e caminho para pensar uma educação étnico racial e que contemple a diversidade. Nossa convidada para falar dessas experiências, objetivos e como alcança-los foi a artista plastica Ione Maria. Temos programado mais 1 encontro de formação e 2 oficinas com educandos da escola. Quer participar? Nos envie um e-mail que passamos como! Esse projeto tem o Apoio do PROAC EDITAL Nº 25/2017 - Culturas Negras da Secretária Estadual de Cultura
mais informações:
www.colecaobesouro.com.br
www.facebook.com/coleacaobesouro
(11) 34275363 - producaosuburbana@gmail.com





sábado, 13 de janeiro de 2018

Programa Reviva Rap está de volta a Rádio Cantareira

Programa Reviva Rap na Radio Cantareira FM está de volta nesse domingo, 14/01, as 14h pelo site www.radiocantareira.org ou se você estiver na brasilândia pelo radio 87.5FM. Voltamos com um bat papo com a equipe de produção do evento "Quebrada Fest".
Quer participar, ter sua musica na programação só enviar o som para revivarap@gmail.com