sexta-feira, 6 de agosto de 2021

#VoaBesouro - "Um Tal de Besouro Mangangá" de Luciene Amor

Um Tal de Besouro Mangangá 
Coleção Literária Besouro Vol. 10
 
Um Tal de Besouro Mangangá 
Coleção Literária Besouro Vol. 10
Conto integrante do volume 10 "É Besouro... Porque é preto e Avoa" 
 Coletivo Literatura Suburbana 
Texto e performance por Luciene Amor 
Produção Anderson Lima 
Captação de imagens e Edição: Jé Versatil 
Equipe projeto: Cleo, Anderson Lima e Israel Neto 

Programa para Valorização de iniciativas culturais do município de São Paulo - VAI


quinta-feira, 5 de agosto de 2021

#VoaBesouro "Férias, Pipas e um Pé de Jamelão" de Fernando Ermiro"

 

"Férias, Pipas e um Pé de Jamelão" de Fernando Ermiro"
Voa Besouro

 
Coleção Literária Besouro 
Voa Besouro 
Fernando Ermiro 
Férias, Pipas e um pé de Jamelão 
Coleção Literária Besouro Vol. 9

Conto integrante do volume 9 "Ruas do Brincar" 
Texto e performance por Fernando Ermiro 
Produção Anderson Lima 
Captação de imagens e Edição: Jé Versatil 
Equipe projeto: Cleo, Anderson Lima e Israel Neto 

 Programa para Valorização de iniciativas culturais do município de São Paulo - VAI



terça-feira, 22 de junho de 2021

#VoaBesouro - "O Menino que descobriu um Instrumento" de Lisbeth Ananse


O Menino que descobriu um Instrumento
Coleção Literária Besouro Vol. 10


A coleção Literária Besouro apresenta o voa besouro em formato áudio visual com a participação de autores e autoras dos últimos lançamentos da coleção.

Divirtam-se

Conto integrante do volume 10 
"É Besouro... Porque é preto e Avoa" 
Texto e performance por Lisbeth Ananse 
Produção Anderson Lima 
Captação de imagens e Edição: Jé Versatil 
Equipe projeto: Cleo, Anderson Lima e Israel Neto 
Programa para Valorização de iniciativas culturais do município de São Paulo - VAI

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Lançamento dos últimos volumes da Coleção Literária Besouro!!! Dia 02/06


Coleção Literária Besouro te convida para o lançamento dos volumes 9 e 10 da série de livros publicados pelo coletivo desde 2012.

Neste encontro teremos a participação da CIA de Teatro "As Tapijas e seus canteiros" , um bate papo com os novos escritores da coleção: Fernando Ermiro, Luciene Amor, Lisbeth Ananse e Lê Ipê, além da participação dos ilustradores Griô, Nina Satie e 3ª Visão.
A live começa as 20h no dia 02/06 no facebook da Coleção

A Coleção Literária Besouro é uma série de livros que tem como objetivo discutir e trazer possibilidades de diálogos para as crianças e adolescentes sobre as culturas negras e indígenas por meio da literatura infantil e infanto juvenil. A coleção surge em 2012 por iniciativa do coletivo Literatura Suburbana, desde então todos os livros da coleção são distribuídos de maneira gratuita, alcançando mais de 12 mil crianças, adolescentes, educadores, educadoras e artistas.

Esta ação tem apoio do "Programa para a Valorização de Iniciativas a Culturais do Municipio de São Paulo - VAI"



sábado, 6 de março de 2021

Confira o resultado da seleção para os volumes 9 e 10 da Coleção Besouro

Confira aqui os 4 conto que irão compor os próximos fascículos da coleção Literária Besouro
Mais informações producaosuburbana@gmail.com ou pelo site da coleção www.colecaobesouro.com.br 

Este projeto tem apoio do Programa VAI 2020
 da Secretária Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo






 

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Escritora e Escritor Participe da segunda Antologia Afrofuturismo "O Futuro é Nosso"

 A editora Kitembo recebe até o dia 12 de outubro contos para compor a segunda antologia “Afrofuturismo - O futuro é nosso”. A editora atua na promoção da literatura fantástica produzida por negros e negras apresentando assim essas visões de mundo por meio da literatura de ficção científica e fantasia.



Confira abaixo o Regulamento

O que é Afrofuturismo?


O Afrofuturismo é um movimento estético, artístico, cultural e político que exalta as contribuições nos campos da ciência, tecnologia, filosofia, história, costumes das populações africanas e negras no mundo. Na arte, entendemos que o afrofuturismo projeta a participação efetiva dos signos, simbologias, costumes, cultura das populações negras e ancestrais africanas, reafirmando o papel essencial das culturas negras para um possível futuro. Na literatura o gênero mais explorado no afrofuturismo é a ficção científica. 

Temos no Brasil ainda poucos trabalhos literários do gênero, uma das razões existenciais para esta serie de  antologias. O pouco espaço e apreço pela literatura fantástica, somado ao racismo, talvez seja uma das razões da pouco escrita nesse ramo.

Já no campo das artes visuais o afrofuturismo tem encontrado terreno fértil, artistas africanos (as) têm evidenciado o alto nível de tecnologia empregada em construções milenares, medicina, estudo das estrelas, agricultura, etc. 

Na música, talvez matriarca desse movimento, destacam-se os funks do Earth, Wind and Fire, George Clinton, Zapp, Sun Ra e o próprio Hip Hop, expresso no clássico “Planet Rock” (Assista o Clipe), contemporaneamente a artista Janelle Monae representa de forma viva esse conceito, com seus clipes e figurino dos shows e exibições públicas. O uso das tecnologias com os repertórios de vida e de herança cultural negra dão o toque afrofuturista desses artistas. Pensar um futuro não exime de refletir nessas obras problemas atuais das populações negras, como o racismo, o preconceito, a violência policial, falta de emprego, entre outros desafios, porém o afrofuturismo pode e deve tecer tons de esperança e um futuro melhor para nós e nossos (as) herdeiras e descendentes. 

Por fim nessa breve descrição, que devemos afirmar que são pensamentos dessa editora e não uma definição consensual do que é afrofuturismo, queremos citar um dos nossos colaboradores Alexandre Diniz que diz 

“... Pra mim (O Afrofuturismo) soa muito mais como um conceito que estimula a busca pelas origens e a perspectiva de um futuro diferente do passado que nos foi roubado. PROTAGONIZAR O FUTURO”

Conheça mais por meio destes Links:

"Literatura Afrofuturista - Escrevendo Futuros Ancestrais"

https://www.youtube.com/watch?v=esJPxiZfuwY&t=2114s


"O Futuro é Preto"

https://www.youtube.com/watch?v=b912jgriot8&t=12702s



Quem é a Editora Kitembo?


A editora “Kitembo – edições literárias do Futuro” surge no final de 2018 com o lançamento da segunda edição do livro “Amor Banto em Terras Brasileiras”, os escritores Israel Neto, Anderson Lima e o Ilustrador Aisameque Nguenge pensam em uma linha editorial que pudesse de maneira sustentável publicar livros escritos por jovens, prioritariamente, negros e negras com foco em literatura fantástica, isto é, horror, fantasia, afrofuturismo, cyber punk, ficção cientifica, entre outros. Esse desejo surge da falta de livros e editoras negras que publiquem livros desses gêneros, sendo assim, a editora surge para ser um espaço seguro para esses escritores e escritoras. A editora já publicou além do Amor Banto em Terras Brasileiras, a distopia “Os Planos Secretos do Regime” e a “Antologia Afrofuturismo – O Futuro é Nosso, Vol. 1”, esta conta com escritores do nordeste do país. Um dos diferencias da editora é a ligação com a parte visual, investindo na valorização dos ilustradores e ilustradoras negras. A editora Kitembo entende que o valor do livro também é um limitador de acessos, sendo assim todas as ações, parcerias e procura de fornecedores são pensados para garantir um livro com preço justo e acessível e de alta qualidade, garantindo o acesso de todos e todas. O nome Kitembo foi pensando em homenagem a divindade angolana relacionada ao tempo, conciliando a linha editorial do grupo que pretende navegar entre a valorização das nossas origens e raízes e projeção do futuro.


- REDE TVT "Editora se especializa em literatura negra"

https://www.youtube.com/watch?v=0NlpU7JQr04


- Unleashed noise records "UMA EDITORA DIRECIONADA A ESCRITORES NEGROS, UMA CONVERSA COM A KITEMBO PUBLICAÇÕES FUTURISTAS"

https://www.youtube.com/watch?v=1suVKpauFGA&t=73s



Como será o Livro?


- O livro contará com até 5 estórias Afrofuturistas, 

- O livro será impresso no tamanho 14X21 cm em papel chambril, com cerca de 100 a 120 páginas

- Para cada conto será produzida uma arte por artistas convidadxs pela editora.


Como Participar?


- Envie seu conto em arquivo de Word, fonte arial 12, Espaçamento 1,5;

- O conto deverá ser inédito

- O conto deve ter no mínimo 1.000 (mil) palavras, e no máximo 5.000 (Cinco mil) palavras (desconsidera-se o título);

- O conto não deve possuir fotos, nem ilustrações. Caracteres especiais, palavras e expressões em Itálico, negrito e sublinhado são permitidos;

- O prazo de inscrição é de 12/09 a 11/10 de 2020;

- A inscrição e participação é gratuita; 

- Cada conto só pode ter um autor(a);


Critérios para Seleção


- O autor(a) precisará ter 18 anos ou mais;

- Poderão se inscrever pessoas de todo o território brasileiro;

- Presença e protagonismo negro nos contos;

- Criatividade na construção dos cenários futuristas;

- Valorização das referências históricas e culturais das comunidades africanas e afrobrasileiras;

- Priorizaremos na seleção escritoras e escritores jovens, negros (as) e periféricos;

- Sendo possível o livro contemplará a participação equânime de gênero; 


Plano de Venda e Investimento


- O contrato de exclusividade para a reprodução do conto terá o prazo de vigência de 2 anos;

- A primeira tiragem do livro será de 300 exemplares;

- O livro será disponibilizado nas plataformas de ebook, após venda da primeira tiragem;

- Cada escritor/escritora receberá 10 exemplares;

- O Valor do livro será fixado pelo selo, respeitando nossa política de acesso cultural;

- Cada escritor receberá o valor de 5% do lucro de cada livro vendido;



Informações Extras/ Dicas


- O Afrofuturismo permite sonhar, então SONHE;

- Os subgêneros da ficção científica como Cyber Punk, Space Opera, fantasia científica, Distopia, Bio Punk, entre outros, podem ser usados;

- Leia outras narrativas Afrofuturistas, recomendamos a Antologia Afrofuturismo “O Futuro é Nosso Vol1.”, os Livros de Lu Ain Zaila, Coletânea Afrofuturismo (REcorte 2018) e os livros de Fábio Kabral.

- Dúvidas podem ser dirimidas pelo email kitemboliteratura@gmail.com ou whatsapp (11) 951786762


Mais informações contacte Kitembo Literatura no Facebook e InstagraM

www.facebook.com/kitemboliteratura - www.instagram.com/kitembo_literatura





segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Chamada para a Antologia de Contos Afrofuturistas “O Futuro é Nosso”


O que é Afrofuturismo?

O Afrofuturismo é um movimento estético, artístico, cultural e político que exalta as contribuições nos campos da ciência, tecnologia, filosofia, história, costumes das populações africanas e negras no mundo. Na arte, entendemos que o afrofuturismo projeta a participação efetiva dos signos, simbologias, costumes, cultura das populações negras e ancestrais africanas, reafirmando o papel essencial das culturas negras para um possível futuro. Na literatura o gênero mais explorado no afrofuturismo é a ficção científica. 
Temos no Brasil ainda poucos trabalhos literários do gênero, uma das razões existenciais para essa antologia. O pouco espaço e apreço pela literatura fantástica, somado ao racismo, talvez seja uma das razões da pouco escrita nesse ramo.
Já no campo das artes visuais o afrofuturismo tem encontrado terreno fértil, artistas africanos (as) têm evidenciado o alto nível de tecnologia empregada em construções milenares, medicina, estudo das estrelas, agricultura, etc. 
Na música, talvez matriarca desse movimento, destacam-se os funks do Earth, Wind and Fire, George Clinton, Zapp, Sun Ra e o próprio Hip Hop, expresso no clássico “Planet Rock” (Assista o Clipe), contemporaneamente a artista Janelle Monae representa de forma viva esse conceito, com seus clipes e figurino dos shows e exibições públicas. O uso das tecnologias com os repertórios de vida e de herança cultural negra dão o toque afrofuturista desses artistas. Pensar um futuro não exime de refletir nessas obras problemas atuais das populações negras, como o racismo, o preconceito, a violência policial, falta de emprego, entre outros desafios, porém o afrofuturismo pode e deve tecer tons de esperança e um futuro melhor para nós e nossos (as) herdeiras e descendentes. 
Por fim nessa breve descrição, que devemos afirmar que são pensamentos dessa editora e não uma definição consensual do que é afrofuturismo, queremos citar um dos nossos colaboradores Alexandre Diniz que diz “... Pra mim (O Afrofuturismo) soa muito mais como um conceito que estimula a busca pelas origens e a perspectiva de um futuro diferente do passado que nos foi roubado. PROTAGONIZAR O FUTURO”

Quem é a Kitembo?

A Kitembo Edições Literárias do Futuro é um selo Literário, oficializado em 2018, que tem como objetivo evidenciar a escrita negra na esfera dos diversos gêneros da chamada “literatura fantástica”, promovendo e publicando livros de escritores e escritoras negras de ficção científica, horror, fantasia, romance, afrofuturismo e outros sub gêneros correlatos. Kitembo é o Nkisse do Tempo em algumas tradições do universo das culturas e povos Bantos, sendo assim o senhor do passado, presente e futuro, vindo de encontro a nossa ancestralidade e atemporalidade resolvemos homenageá-lo batizando nosso selo com seu santo nome e legado.

Como será o Livro?

  • O livro contará com 4 contos/estórias Afrofuturistas, sendo assim serão escolhidos 4 textos/contos.
  • O livro será impresso no tamanho 14X21 cm em papel chambril, com cerca 100 a 120 páginas,
  • Para cada conto será produzida uma arte.

Como Participar?

  • Envie seu conto em arquivo de Word, fonte arial 12, Espaçamento 1,5;
  • Os textos devem ser enviados no email kitemboliteratura@gmail.com com o título “Antologia Afrofuturista Vol. 1 - (Nome do conto e do/da Escritora)";
  • O conto deve ter no mínimo 1.000 (mil) palavras, e no máximo 4.000 (Quatro mil) palavras (desconsidera-se o título);
  • O conto não deve possuir fotos, nem ilustrações. Caracteres especiais, palavras e expressões em Itálico, negrito e sublinhado são permitidos;
  • O prazo de inscrição ficará vigente de 12/08 a 13/09 de 2019;
  • A inscrição e participação será gratuita com a escolha opcional do (a) escritor (a) selecionada ser contribuinte na publicação com repartição dos investimentos e lucros (ver detalhes no item Plano de Venda e Investimento)
  • Cada conto só pode ter um autor(a);
  • A inscrição é GRATUITA; 

Critérios para Seleção

  • O autor(a) precisará ter 18 anos ou mais;
  • Poderão se inscrever pessoas de todo o território brasileiro;
  • Presença e protagonismo negro nos contos;
  • Criatividade na construção dos cenários futuristas;
  • Valorização das referências histórias e costumes das comunidades africanas e afrobrasileiras;
  • Priorizaremos na seleção escritoras e escritores jovens, negros (as) e periféricos;
  • Sendo possível o livro contemplará a participação equânime de gênero; 

Plano de Venda e Investimento

  • O contrato de exclusividade para a reprodução do conto terá o prazo de vigência de 2 anos;
  • A primeira tiragem do livro será de 300 exemplares;
  • O livro será disponibilizado nas plataformas de ebook, após venda da primeira tiragem;
  • Cada escritor/escritora receberá 10 exemplares;
  • O Valor do livro será fixado pelo selo, respeitando nossa política de acesso cultural;
  • Cada escritor receberá o valor de 5% do lucro de cada livro vendido;
  • Os escritores poderão ser investidores do livro, com o valor referente a 1/8 do custo de produção. Tornando-se investidor o/a escritora acompanhará o processo de venda e divulgação do livro, recebendo seu investimento a partir do fluxo de venda. Além de receber o valor investido no livro, receberá um percentual de 5% do lucro. Um contrato a parte será redigido para quem optar por investir na publicação;  (ESSA POSSIBILIDADE SERÁ SONDADA COM CADA ESCRITOR/ESCRITORA APÓS A SELEÇÃO DOS CONTOS)

Informações Extras/ Dicas

  • O Afrofuturismo permite sonhar, então SONHE;
  • Os subgêneros da ficção científica como Cyber Punk, Space Opera, fantasia científica, Distopia, Bio Punk, entre outros, podem ser usados;
  • Leia outras narrativas Afrofuturistas, recomendamos os Livros de Lu Ain Zaila, Coletânea Afrofuturismo (REcorte 2018) e os livros de Fábio Kabral.
  • Dúvidas podem ser dirimidas pelo email kitemboliteratura@gmail.com ou whatsapp (11) 951786762

Mais informações contacte Kitembo Literatura no Facebook e Instagra